Vídeo: Deputado Federal Rubens Bueno questiona: “Quem tem medo de CPI?”

Postado 16 abr 2014
, por

Quem será o misterioso PB ?

interrogação

A matéria de capa da Veja desta semana informa, entre outras coisas cabeludas, que a lista de pagamentos de propinas em poder do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa – um dos presos pela Operação Lava-Jato – inclui um misterioso PB (está na página 70), que recebeu de R$ 1 milhão.

Quem será o tal PB? Quem será? Por coincidência – e está na mesma edição da Veja (página 72) – um tal PB é apontado pelo “companheiro” André Vargas como destinatário de comissão (qual o valor? ele não cita) por ter “intermediado contratos (da Petrobras!) com o grupo Schahin”.
E, ainda segundo Vargas, a agência Heads, de Curitiba – nanica até há pouco tempo, agora detentora da milionária conta da Petrobras – “é esquema deles”. O “deles”, além de Paulo Bernardo, inclui sua companheira Gleisi Hoffmann.

Intrigante este mistério! Estaria o André Vargas chutando o Pau da Barraca?

Via: Fábio Campana

Postado 16 abr 2014
, por

CPI do Cachoeira já apontava nomes ligados a doleiro, recorda Bueno

rubens 8O líder do PPS na Câmara, deputado federal Rubens Bueno (PR), afirmou que as investigações da Polícia Federal apontam para uma grande rede de corrupção montada pelo PT e partidos aliados. O parlamentar destacou que a CPI do Cachoeira, realizada em 2012, já sinalizava o envolvimento da construtora Delta com empresas fantasmas ligadas ao doleiro Alberto Youssef e o ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa. Bueno lembrou que a Comissão foi interrompida pelo governo quando começaram surgir novidades sobre o novo esquema.

Rubens Bueno ressaltou que a Operação Lava Jato da PF deixa claro o envolvimento da construtora Delta no abastecimento do esquema do doleiro recentemente preso pela PF. Ele lembrou que algumas das empresas mencionadas em documentos recentemente apreendidos pelas autoridades já haviam sido citados na comissão de inquérito de 2012. Bueno destacou que a CPI foi interrompida de forma brusca quando novos nomes começaram a surgir durante as investigações.

“Com medo, o PT e os partidos da base fizeram um rolo compressor e encerraram a CPI do Cachoeira sem que pudéssemos apurar com profundidade essa rede montada para desviar dinheiro público para abastecer cofres de partidos, políticos e empresários. Ali já apareciam nomes que hoje estão sendo revelados por essa nova operação da PF. Eles sabiam que, se as investigações continuassem na Comissão, descobriríamos novos esquemas”, disse.

O parlamentar voltou a defender a imediata instalação da CPI da Petrobrás. Para ele, o Congresso precisa dar uma resposta à sociedade e disse que a nova comissão poderá revelar um novo mensalão do PT. “O governo montou uma grande estrutura criminosa especializada em desvio de dinheiro público. O temor é tamanho que vemos a mobilização do PT e aliados para a não realização da CPI da Petrobrás”, afirmou. 

Via: PPS

Postado 16 abr 2014
, por

Eleições 2014: prazo para fazer inscrição eleitoral termina em 7 de maio

tse 3

Termina em menos de um mês o prazo para fazer a inscrição eleitoral, pedir a transferência do título de eleitor ou ainda solicitar a transferência para votar em uma seção eleitoral especial nas Eleições Gerais de 2014. O cidadão tem até o dia 7 de maio para realizar qualquer um desses serviços junto à Justiça Eleitoral e, dessa forma, estar apto a votar no pleito deste ano.

O interessado deve procurar um cartório eleitoral mais próximo de sua residência, ou acessar o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para fazer o pré-atendimento e agilizar a retirada ou a transferência do título. Ao acessar o serviço, também chamado de Título Net, basta preencher os campos de identificação até o final e apresentar o protocolo gerado on-line em uma unidade de atendimento da Justiça Eleitoral, com a documentação exigida.

Para solicitar o título de eleitor, é necessário apresentar o documento oficial de identificação com foto e o comprovante de residência, além do certificado de quitação do serviço militar obrigatório para pessoas do sexo masculino, maiores de 18 anos. O título de eleitor é o documento que comprova o alistamento eleitoral e informa o número de inscrição, zona eleitoral e o local de votação.

Já para fazer o pedido de transferência do domicílio eleitoral nos casos em que eleitor muda de município, estado ou país, é preciso apresentar o documento de identificação com foto, o título de eleitor e um comprovante de residência. O requerente também deverá estar quite com a Justiça Eleitoral, ou seja, ter cumprido obrigações legais, ter obtido o primeiro título ou feito a última transferência há pelo menos um ano e residir no novo domicílio há, no mínimo, três meses.

Todas as solicitações via internet deverão ser feitas, impreterivelmente, até o dia 2 de maio, ou seja, cinco dias antes do prazo final estipulado pelo Calendário Eleitoral. Após essa data, o pré-atendimento não estará mais disponível e o cidadão deverá comparecer em um cartório eleitoral até o dia 7 de maio para solicitar o serviço desejado.

Também termina no dia 7 de maio o prazo para o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicitar a transferência do local de votação para uma Seção Eleitoral Especial.

Os procedimentos previstos na Resolução TSE nº 21.008, aprovada em 2002, determinam que os locais especiais de votação sejam de fácil acesso, com estacionamento próprio e instalações que atendam às normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Via: TSE

Postado 16 abr 2014
, por

Giro Eleitoral: preparação de mesários para as Eleições 2014 é destaque do programa

giroO programa Giro Eleitoral desta semana vai mostrar que a Justiça Eleitoral já começou os procedimentos de preparação dos mesários que trabalharão nas Eleições 2014. Representantes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) trabalham em parceria, com seis meses de antecedência, para criar o manual dos mesários e, posteriormente, fazer o treinamento de cada cidadão que atuará como mesário.

O Giro Eleitoral vai mostrar também que no Acre, a Justiça Eleitoral montou um posto para atender as vítimas da cheia do Rio Acre. Esse atendimento para os serviços cartorários está sendo feito no Parque de Exposições de Rio Branco, capital do estado. No Amazonas, o TRE pretende triplicar o número de atendimentos ao cidadão com a inauguração de mais três locais de atendimento ao eleitor.

Este é um programa semanal que traz as principais informações da Justiça Eleitoral nos Estados e vai ao ar todo sábado, às 16h50, e às terças-feiras, às 7h54, na TV Justiça. O programa também pode ser acessado por meio da página oficial do TSE no Youtube no endereço: www.youtube.com/justicaeleitoral

Postado 16 abr 2014
, por

Prefeitura de Campo Largo inaugura sala para alcoólicos anônimos

Reuniões serão abertas ao público e irão acontecer todas as terças-feiras, às 20h, na sede do Provopar

drogasNo dia primeiro de abril, a Secretaria Municipal de Políticas Sobre Drogas, em parceria com o Programa do Voluntariado Paranaense (Provopar) e com o Grupo IDEAL de Alcoólicos Anônimos (AA), inauguraram uma sala para abrigar reuniões de AA. As reuniões serão abertas ao público e irão acontecer todas as terças-feiras, às 20h, na sede do Provopar, que está cedendo voluntariamente o espaço.

As reuniões serão coordenadas pelo Grupo IDEAL, que estava desativado por falta de estrutura. Com essa parceria, o grupo, que há cerca de 30 anos trabalha com prevenção e acolhimento de alcoolistas e demais dependentes químicos, poderá voltar a funcionar.

O IDEAL faz parte de um total de oito grupos de alcoólicos anônimos de Campo Largo.  Segundo o diretor da Secretaria Municipal de Políticas Sobre Drogas, Emerson Quadros Zanetti, esses grupos, muitas vezes, não são percebidos pela sociedade, por isso a importância do apoio da Secretaria.

“Esses grupos de alcoólicos anônimos são mais uma ferramenta de reabilitação para dependentes químicos, mas não são percebidos pela sociedade. O nosso objeto é dar visibilidade e apoio a esses grupos”, explica. “Esse tipo de grupo existe há mais de 70 anos. Se não fossem sérios, não teriam durado por tanto tempo”, acrescenta.

“A prestação de serviços dos Grupos de Alcoólicos Anônimos e de outros grupos de autoajuda é de extrema importância para a sociedade campolarguense e precisa ser valorizada e divulgada”, completa o secretário de Políticas Sobre Drogas, Carlos Weber.

O Provopar está localizado na Avenida Desembargador Clotário Portugal, número 842. (Antiga sede da Fundação João XXIII, onde também já funcionou a Guarda Mirim – duas quadras abaixo da Igreja Matriz, no sentido Terminal Rodoviário).

Via: Portal da do Município de Campo Largo

Postado 16 abr 2014
, por

Prefeitura de Campo Largo encaminha fisioterapeuta para o interior do Município

Objetivo é dar assistência aos pacientes que não têm condições de ir até a sede do NIS para serem atendidos. A fisioterapeuta será encaminhada conforme demanda

campo largo 1

Na última segunda-feira (7), o Núcleo Integrado da Saúde (NIS III) de Campo Largo encaminhou pela primeira vez uma profissional de fisioterapia para o interior do município. O objetivo é prestar assistência aos pacientes que não têm condições de ir até a sede do NIS para serem atendidos, como é o caso dos acamados. A fisioterapeuta continuará fazendo o trabalho no interior conforme demanda.

 Na visita desta segunda, sete pacientes das Unidades de Saúde de São Pedro e São Silvestre receberam atendimento, sendo que, um deles, por estar acamado, foi atendido em casa.

 Durante a visita, além de avaliar os pacientes, a fisioterapeuta também dá orientações à família sobre como proceder em relação ao paciente e sobre a prática de alguns exercícios diários importantes para a reabilitação.

 Depois de passar por São Pedro e São Silvestre, a próxima visita da fisioterapeuta será nas Unidades de Saúde de Santa Cruz e Três Córregos.

 Pacientes com patologias mais complicadas, como AVC, traumas ou pós-cirúrgicos, que estejam impossibilitados de utilizar outros meios de transporte, devem ligar para a Unidade de Saúde mais próxima solicitando uma ambulância, que os encaminhará até o Núcleo.

 Atendimento priorizado no NIS

 Nos casos de tratamento prolongado com a necessidade de comparecer pessoalmente ao NIS, os pacientes do interior que apresentam dificuldades de chegar até a unidade poderão obter um agendamento priorizado.

 O objetivo é que, quando o atendimento não puder ser feito na casa do paciente ou nas unidades de saúde do interior mais próximas, a pessoa possa ser atendida com horário marcado no NIS, sem necessidade de uma espera longa. Na própria visita da fisioterapeuta, o paciente receberá uma carteirinha com data e horário dessas consultas.

Via: Portal do Município de Campo Largo

Postado 16 abr 2014
, por

Polícia Federal apresenta relatório final da Operação Lava Jato

 A Polícia Federal concluiu nesta terça-feira (15) o relatório final da Operação Lava Jato, que investiga o esquema de lavagem de dinheiro chefiado pelo doleiro Alberto Youssef, preso há três semanas no Paraná. O esquema movimentou ilegalmente R$ 10 bilhões.

Além de Youssef, foram presas 14 pessoas envolvidas no esquema. Outro detido na operação é o ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa. A investigação diz que ele ajudou uma empresa de fachada de Youssef a fechar um contrato milionário com a estatal.

Quatro relatórios foram entregues à Justiça Federal do Paraná. A PF indiciou 46 pessoas pelos crimes de formação de organização criminosa, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro, evasão de divisas, entre outros.

No total, foram cumpridos 105 mandados de busca e apreensão, 19 de prisão preventiva e 12 de prisão temporária. E dois doleiros foram indiciados por financiamento ao tráfico de drogas.

Ainda de acordo com a PF, foram apreendidos R$ 6 milhões em dinheiro e 25 carros com valor de mercado superior a R$ 100 mil cada.

Na fase de investigação, a Polícia Federal descobriu a estreita relação entre Youssef e o deputado André Vargas (PT-PR).

Vargas é considerado sócio informal do doleiro. Pressionado, ele chegou a dizer que renunciaria ao mandato nesta terça. Acabou recuando. Disse que está “reestudando” o caso.

Ainda poderão ser apresentados complementos aos relatórios finais a partir do estudo do material apreendido e não analisado.

Via : Fabio Campana

Postado 16 abr 2014
, por

André Vargas volta atrás e adia renúncia

Petista alega impasse sobre efeitos de medida no processo aberto contra ele no Conselho de Ética

noticia

Um dia depois de anunciar que renunciaria ao mandato, o deputado federal paranaense André Vargas (PT) voltou atrás e adiou sua decisão sobre o que fazer diante das acusações de envolvimento com o doleiro Alberto Youssef, preso por lavagem de dinheiro. A alegação do petista foi de que há dúvidas sobre o efeito da medida, já que a Constituição prevê que a renúncia fica suspensa até a decisão final do Conselho de Ética sobre o processo contra ele.

Em nota divulgada no início da noite de ontem, Vargas afirmou que está “reestudando a hipótese de renúncia” ao mandato parlamentar. Isso porque, segundo ele, o Conselho de Ética recomendou à presidência da Câmara que rejeitasse o pedido de renúncia, uma vez que o deputado responde a processo. Por isso, o petista decidiu não comparecer à Câmara por considerar que a renúncia fica sem efeito. “De acordo com a Constituição Federal, a renúncia ao mandato será inócua, pois não surtirá qualquer efeito.

Em face disso, o deputado André Vargas está reestudando a hipótese de renúncia”, diz a mensagem divulgada por sua assessoria. O parágrafo 4º do artigo 55 da Constituição diz que a “renúncia de parlamentar submetido a processo que vise ou possa levar à perda do mandato, nos termos deste artigo, terá seus efeitos suspensos até as deliberações finais de que tratam os §§ 2º e 3º”. A emenda constitucional de revisão é de 1994

. O presidente do Conselho de Ética, Ricardo Izar (PSD/SP), disse que pediria ao presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB/RN), que rejeitasse o pedido de renúncia assim que fosse protocolado. Já a Secretaria-Geral da Mesa Diretora considera que, uma vez que o parlamentar abre mão do mandato, mesmo com o processo disciplinar por quebra de decoro parlamentar em andamento, é possível mantê-lo afastado e convocar o suplente. Neste caso, seria chamado Marcelo Almeida (PMDB) para a vaga.

Na avaliação de Izar, Vargas tenta manobrar para induzir o colegiado a concluir que um possível parecer desfavorável já não tem eficácia. Ele considera que o petista pretendia, com essa iniciativa, jogar seu processo para a primeira instância da Justiça e evitar que o PT “sangre durante o período eleitoral”. “Ele não pode renunciar depois do processo instalado”, concluiu Izar. Alvo — Vargas entrou na mira do noticiário político nacional há duas semanas quando a Folha de São Paulo revelou que ele havia usado um jatinho fretado pelo doleiro para viajar a João Pessoa (PB), em janeiro.

Além disso, mensagens interceptadas pela PF apontaram que o deputado teria atuado como lobista em favor da empresa Labogen, ligada a Youssef, para que ela obtivesse contratos com o Ministério da Saúde. Segundo as investigações da polícia, a Labogen seria uma empresa de fachada usada pelo doleiro para movimentar US$ 37 milhões. Nas mensagens, Youssef apareceu ainda prometendo que ele e o deputado conseguiriam sua “independência financeira” graças aos contratos da Labogen. Para tentar sair do foco da onda de denúncias, o petista então pediu 60 dias de licença e renunciou à vice-presidência.

A manobra não surtiu efeito, já que o próprio PT e o governo passou a precioná-lo a renunciar ao mandato para evitar que as acusações acabassem respingando na campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff e na pré-candidatura da senadora Gleisi Hoffmann (PT) ao governo do Paraná. Fonte: Bemparana Como não renunciou antes do início do processo no Conselho de Ética, Vargas – se condenado – pode ser declarado inelegível e perder os direitos políticos por oito anos, ficando impedido de disputar eleições até 2023 devido às regras da Lei da Ficha Limpa.

Via: Bemparana

Postado 16 abr 2014
, por